O abate de aves caiu 6,11% e o de suínos retrocedeu 1,10%, conforme os dados do ministério.

Mato Grosso do Sul encerrou o primeiro semestre de 2019 com redução nos abates de suínos e aves em relação ao mesmo período de 2018, segundo dados tabulados a partir de informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Segundo os dados, a maior retração ocorreu no abate de aves, 6,11%. A quantidade caiu de 83.735.282 cabeças no acumulado de janeiro a junho do ano passado para 78.627.390 nos primeiros seis meses deste ano.

Com esse volume de abates, o estado ocupou neste primeiro semestre a oitava posição no ranking nacional, ficando atrás somente do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, MInas Gerias, Goiás e Mato Grosso.

MS registrou queda de 6,11% no abate de aves no primeiro semestre de 2019 frente ao mesmo período de 2018 — Foto: Reprodução/G1 MS
MS registrou queda de 6,11% no abate de aves no primeiro semestre de 2019 frente ao mesmo período de 2018 — Foto: Reprodução/G1 MS

Já em relação ao abate de suínos também houve uma queda nos abates do estado, mas em um patamar bem menor, 1,10%. A quantidade caiu de 937.802 cabeças para 927.548, conforme a estatística do MAPA.

Assim como na cadeia produtiva de aves, na de suínos, o estado também ocupa uma posição de destaque, como o sétimo em quantidade de abates.

Os números sul-mato-grossenses são superados somente por Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso e São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *